<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1750190188405548&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Postado em 10 de Março de 2022

O ambiente de trabalho moderno é um espaço cada vez mais complexo, e para muitos está agora dividido entre o escritório e o trabalho remoto. Para que as empresas tenham sucesso neste novo mundo, elas devem enfrentar alguns dos desafios comuns associados a uma força de trabalho híbrida e adaptar-se para proporcionar um local de trabalho digital adequado para o futuro.

Já existe um impulso colossal por trás desta reestruturação. O Microsoft Work Trend Index indica que 66% das empresas globais estão redesenhando o local de trabalho para acomodar o novo mundo híbrido de trabalho.

Enquanto os políticos estão incentivando os trabalhadores a voltar para suas mesas de trabalho, a realidade de atrair e manter funcionários qualificados depende da capacidade das empresas de refletir a mudança contínua na cultura do local de trabalho. Consequentemente, as empresas devem encontrar maneiras de assegurar que o local de trabalho híbrido esteja alinhado com os objetivos comerciais, capacitando todos os funcionários a se comunicarem e colaborarem efetivamente para maximizar a produtividade. As ferramentas e tecnologias para permitir isso já estão prontamente disponíveis; os empregadores apenas precisam capitalizá-las.

A evolução do local de trabalho

Nos últimos dois anos, o trabalho passou, em muitos casos, do trabalho completo de casa para um novo estágio de complexidade, muitas vezes flexível, o trabalho híbrido - onde os funcionários escolhem onde trabalham.

À medida que mais empregos remotos aparecem no mercado, as limitações geográficas estão se tornando uma coisa do passado, já que as empresas têm acesso a um conjunto mais amplo de talentos. Entretanto, uma força de trabalho sem fronteiras traz novos desafios à colaboração e à comunicação à medida que as empresas precisam aprender a replicar a criatividade e a inovação presencial em um ambiente remoto.

Vale a pena enfatizar o quão sensíveis são estas mudanças. Sessenta por cento dos recrutadores acreditam que as organizações perderão funcionários se não fizerem a transição para uma cultura híbrida, totalmente remota, ou para uma cultura remota desde o primeiro contato com o profissional. Enquanto isso, especialistas em RH dizem que as empresas que não oferecem opções de trabalho flexível perdem até 70% das pessoas à procura de emprego.

Portanto, com alguma urgência, as empresas precisam analisar como utilizarão o local de trabalho híbrido e usar esse impulso para criar mudanças para fomentar uma melhor colaboração e melhorar o desempenho de suas equipes.

Foco em dados

Quando as equipes colaboram, novas ideias e novas perspectivas são lançadas para a conversa. Isto aumenta o moral, e a criatividade desencadeada também impulsiona os resultados para o negócio. Entretanto, o local de trabalho híbrido pode se tornar uma barreira para isso, com os funcionários em silos por longos períodos do dia de trabalho, especialmente se as ferramentas atualmente utilizadas para a comunicação estiverem ficando insuficientes.

Não importa o tipo de local de trabalho, todos eles oferecem dados e insights que podem ajudar os empregadores a melhorar a colaboração entre os funcionários. As empresas podem acompanhar informações desde as salas de reunião utilizadas (sejam virtuais ou presenciais), as taxas de adoção de tecnologia e o impacto do desempenho da rede na colaboração (por exemplo, a instabilidade do Wi-Fi produz um efeito prejudicial sobre a qualidade do vídeo ou leva a problemas e atrasos no compartilhamento de tela).

Essas percepções podem ser acionadas para criar um ambiente onde a colaboração seja sem atritos e não sobrecarregada por fatores externos que podem paralisar o novo ambiente de trabalho. Ao analisar estes dados, os empregadores podem revelar informações valiosas sobre a experiência do funcionário e o sucesso dos investimentos em TI. Desta forma, as empresas podem então determinar se querem manter soluções tecnológicas ou investigar e implantar alternativas para apoiar ainda mais o trabalho híbrido e alinhar-se melhor com objetivos comerciais mais amplos.

Parcerias para ajudar na colaboração

O acesso aos dados necessários para informar as mudanças reais é apenas mais um desafio nas plataformas dos líderes de TI. Muitos já estão na capacidade máxima, mas a habilidade de compreender e medir os dados do local de trabalho é crucial para o sucesso do negócio. Em vez de se dedicarem exclusivamente a isso, as organizações podem contar com um parceiro de transformação digital que possa fornecer insights e estratégias para otimizar a experiência do funcionário.

"O mundo agora se ajustou às práticas de trabalho digitais, mas os líderes não estão uniformemente equipados com os dados necessários para conduzir estratégias de colaboração eficazes", comenta Toby Alcock, CTO da Logicalis. "Ao trabalhar com um parceiro de transformação, as empresas podem usar dados para informar e fortalecer sua estratégia de trabalho híbrida para garantir que a colaboração esteja no centro da experiência do funcionário", conclui.

Os locais de trabalho modernos estão frequentemente cheios de complexidades herdadas. Sem um entendimento detalhado de como os funcionários colaboram, as empresas correm o risco de reduzir a produtividade e o moral dentro das equipes. Entretanto, se eles trabalharem para destravar o verdadeiro valor dos dados, eles serão capazes de liberar recursos internos e ajudar a escalar soluções para criar um espaço de trabalho verdadeiramente moderno.

Trabalhar com um parceiro confiável de transformação digital ajudará a remover o estresse das equipes internas de TI através de desempenho garantido, operações seguras e percepções práticas para melhorar continuamente a funcionalidade. Como resultado, não importa onde, quando ou como um funcionário escolhe trabalhar, ele será capaz de colaborar, inovar e impulsionar o negócio para a frente.

Comentários

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo, lembrando que os comentários são de responsabilidade do autor e não expressam a opinião desta editoria. A Logicalis, editora do blog Digitizeme, reserva-se o direito de excluir mensagens que sejam consideradas ofensivas ou desrespeitem a legislação civil brasileira.