<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1750190188405548&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">
Postado em 27 de Setembro de 2022

Ainda existe muita confusão sobre o 5G, mais ainda sobre os tipos de redes 5G e como elas irão ajudar a transformar a sociedade em que vivemos. Para tentar ajudar a esclarecer alguns desses pontos, vou separar a tecnologia 5G em dois tipos de redes, massiva e privada – estas impactarão de diferentes formas o nosso meio.

A primeira, que cito aqui, é chamada de rede 5G massiva e é oferecida pelas operadoras de telecomunicações para toda a população. É nesta rede que seu celular se conectará e permitirá que você assista a sua série preferida ou jogue em alta definição, com quase nenhum atraso.

Já a segunda é chamada de rede 5G privada – esta será responsável por uma revolução nos meios de produção como conhecemos hoje. Isso porque é por meio dela que milhares de dispositivos dentro de uma indústria, por exemplo, irão se conectar e se comunicar, o que permitirá que as empresas aumentem a sua eficiência, produtividade e sustentabilidade.

Similaridades e diferenças

Do ponto de vista tecnológico, ambos os tipos contêm pontos de similaridade, atendendo plenamente os três pilares fundamentais do 5G, que são: Maior velocidade, Latência reduzida e Conectividade confiável. Entretanto, guardadas as devidas proporções, o 5G privado é muito mais simples de se configurar, operar e gerenciar, pois a rede massiva tem uma arquitetura muito mais complexa, já que será utilizada como comunicação compartilhada na sociedade.

Para se ter uma ideia da complexidade, na rede 5G massiva, por exemplo, é necessário ter componentes e sistemas adicionais para controlar diversos usos das aplicações, como: o roaming entre outras operadoras, controle de pagamento de usuário e consumo da franquia de dados, com análise do que é inerente ao plano de telefonia móvel e o que é a cobrança e bilhetagem desse serviço.

Todos esses pontos não são necessários em uma infraestrutura própria e focada somente na operação do seu negócio, como é o caso de uma rede 5G privada. A sua construção é mais simples, mas também não quer dizer que não tenha desafios – estes estão voltados à integração de dois mundos, o virtual e o legado.

Construindo uma rede 5G privada

Aumento de eficiência operacional é um dos principais benefícios que as empresas terão com a utilização da rede 5G privada. Mas, como diria o tio Bem, com grandes poderes surgem grandes responsabilidades, e com a adoção de uma rede 5G privada isso não seria diferente.

Como sabemos, além de uma grande mudança processual e gestacional, as empresas irão enfrentar alguns desafios até atingirem os níveis de aumento de eficiência esperados com essa nova tecnologia. Um dos principais desafios será a integração dessa nova forma de conexão com os dispositivos e aplicações legadas. Essa integração será imprescindível para as empresas alcançarem a tão sonhada transformação digital completa.

Um outro ponto que as empresas também devem se atentar será na quantidade de dados que serão gerados por essa gama de novos dispositivos conectados, que precisarão ser tratados e armazenados de forma diferentes dependendo de cada caso de uso. Uma estimativa inicial é que esse volume de dados irá aumentar no mínimo cinco vezes, fazendo com que as empresas precisem também revisar os seus ambientes de Data Center, incluindo sistemas de armazenamento de dados, servidores para o processamento e ambientes de virtualização de sistemas.

E para orquestrar toda essa mudança de ambiente é essencial escolher um parceiro de tecnologia que entenda não somente da infraestrutura de uma rede 5G privada, mas também que conheça toda a complexidade do desenvolvimento das aplicações e dos casos de uso que irão utilizar para essa arquitetura. Um integrador especializado pode te auxiliar na escolha de qual será a tecnologia mais aderente ao seu negócio e na extração da capacidade total das aplicações e, desta forma, maximizar o aproveitamento da operação, sem abrir mão de redução de custos operacionais. Além disso, ele pode apoiá-lo a gerenciar e administrar o ambiente, atuando como um ponto único de contato para todas as peças desse novo ecossistema.

Fato é que a construção de uma infraestrutura de rede 5G, seja ela massiva ou privada, não será nada fácil, mas os benefícios aos negócios serão inúmeros. A jornada a ser trilhada é árdua, mas os ganhos são certeiros e levará seus negócios a outro patamar de competitividade, preparados para o mercado do futuro.

5G

Comentários

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo, lembrando que os comentários são de responsabilidade do autor e não expressam a opinião desta editoria. A Logicalis, editora do blog Digitizeme, reserva-se o direito de excluir mensagens que sejam consideradas ofensivas ou desrespeitem a legislação civil brasileira.