<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1750190188405548&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Big Data na Cloud?

Postado em 29 de Abril de 2019

As empresas precisam se planejar para mapear o que realmente desejam extrair e analisar se é vantajoso utilizar o big data em cloud.

Big data vai muito além de do volume massivo de dados dos quais podem ser extraídas informações úteis para o negócio. A cloud computing tem facilitado e popularizado, cada vez mais, a implementação dessa tecnologia. Além disso, tornou-se o apoio necessário para a adoção da Cultura de Dados pelas empresas, facilitando a extração dos insights necessários para que as decisões sejam tomadas de forma mais consciente.

Esta relevância foi confirmada no IT Snapshot 2018, estudo realizado pela Logicalis, que colocou este conceito tecnológico em destaque. Quando o assunto são as novas tecnologias, 15% dos participantes afirmaram já possuírem projetos relacionados ao tema e 49% já possuem pilotos ou pretendem iniciá-los nos próximos 12 meses. Quando a pergunta foi relacionada às prioridades de TI, big data/analytics ficou em segundo lugar, com 34% das respostas, deixando evidente que as empresas estão alinhadas à máxima de que os dados são o maior ativo de um negócio.

Porém, mesmo que o conceito esteja em ascensão, é necessário que as organizações estejam preparadas para que esta coleta, armazenamento, análise e compartilhamento sejam feitos de forma assertiva. É comum ver empresas dedicarem uma quantia considerável do seu orçamento para “implementar o big data”, mas não aproveitarem como deveriam, já que muitos dos dados acabam não sendo usados estrategicamente.

Por isso, as empresas precisam se planejar para mapear o que realmente desejam extrair. Neste caso, menos pode ser mais. Poucos, mas relevantes dados, podem ter um custo bem menor e todo o gasto investido nesta ação ser aproveitado em sua totalidade.

Agora, é bom pensar o quanto é vantajoso para você utilizar o big data em cloud. Para pequenas empresas, a nuvem talvez seja a opção mais proveitosa. Já para as maiores, manter a solução na nuvem pública pode acabar saindo mais caro do que deveria. Para se ter uma ideia, grandes corporações costumam mandar cerca de 60 petabytes de dados por dia para análise e o custo do armazenamento na nuvem pode não justificar o benefício se não for utilizado para gerar o melhor valor possível.

Portanto, a dica é: todos devem começar a degustar dos benefícios destas tecnologias em nuvem aos poucos e caso seja viável para as necessidades da sua empresa, partir para um plano de gestão destes dados internamente. Dessa forma, os custos podem ser planejados de forma consciente e os valores de processamento e armazenamento podem ser feitos de forma assertiva e gastando apenas o necessário.

 

Tags: Analytics, Cloud computing

Comentários

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo, lembrando que os comentários são de responsabilidade do autor e não expressam a opinião desta editoria. A Logicalis, editora do blog Digitizeme, reserva-se o direito de excluir mensagens que sejam consideradas ofensivas ou desrespeitem a legislação civil brasileira.