<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1750190188405548&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Multicloud: dificuldades com governança/controle de gastos.

Postado em 06 de Maio de 2019

Como fica num cenário integrando várias clouds?

Se você já utiliza cloud pública, a primeira pergunta a ser feita é: será que estou utilizando a nuvem pública da melhor forma? Dúvidas sobre configurações na VPN (Virtual Private Network) são muito comuns e podem influenciar diretamente nos gastos. Na maioria dos casos, vale mais fazer uma avaliação da arquitetura da solução em nuvem do que propor uma revisão total da topologia da rede. Lembre-se de que não há gastos de aquisição na nuvem, mas eventuais despesas operacionais podem facilmente inviabilizar toda infraestrutura, sobretudo se estiver atuando em um ambiente multicloud.  

A arquitetura da nuvem envolve três camadas distintas: IaaS (Infraestrutura como Serviço), PaaS (Plataforma como Serviço), SaaS (Software como Serviço). Para operar com mais eficiência e reduzir custos é recomendável monitorar minuciosamente o uso dos três. Aconselho fazer um inventário dos recursos disponíveis, avaliando quais são mais utilizados e quais não são tão necessários.

Ferramentas de análise integradas ao ambiente de nuvem podem ajudar nesse controle. Elas possibilitam identificar pontos críticos que podem elevar o custo da infraestrutura, como utilização do CPU, volume de armazenamento, cargas ociosas, endereços de IP sem uso, entre outros.

Cada fornecedor oferece suas próprias ferramentas, mas a chance de se perder aumenta em um ambiente multicloud, onde há cinco, seis, sete tecnologias diferentes para gerenciar. Por isso, é necessário, antes de tudo, definir uma estratégia que considere os pontos fortes e fracos das diversas ofertas atualmente disponíveis e como elas se relacionam entre si.

O próprio processo de migração de um provedor local ou único para provedores de nuvem múltipla pode envolver tarefas atípicas e oferecer dificuldade até mesmo para técnicos mais experientes. Será preciso, por exemplo, avaliar todas as políticas da empresa, do País e seus provedores a fim de escolher o tipo de nuvem com a localização mais adequada às suas cargas de trabalho.

É fato que as abordagens multicloud estão se tornando parcela considerável do mercado e motivando uma concorrência saudável entre os grandes players. Entretanto, gerenciar várias instalações pode consumir recursos humanos e tempo, fazendo com que surjam despesas extras. Além disso, o time que deveria focar em inovação possivelmente está focado em ações que poderiam ser passadas para terceiros.  Portanto, fique atento a todos os detalhes!

New Call-to-action

 

Tags: Cloud computing

Comentários

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo, lembrando que os comentários são de responsabilidade do autor e não expressam a opinião desta editoria. A Logicalis, editora do blog Digitizeme, reserva-se o direito de excluir mensagens que sejam consideradas ofensivas ou desrespeitem a legislação civil brasileira.