<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=1750190188405548&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

SD-WAN: uma solução, diversas possibilidades

Postado em 01 de Março de 2019

Possuir controle centralizado e permitir a definição de políticas de encaminhamento de tráfego baseado na necessidade do negócio são dois dos requisitos dessa solução.


A transformação digital vem sendo apontada como prioridade na agenda dos CIOs de diferentes verticais de negócios. A SD-WAN (Software Defined WAN) é considerada uma das viabilizadoras da adoção de diversas tecnologias digitais e, consequentemente, dessa jornada de transformação. Segundo o IDC, em 2019, mais de 40% das grandes empresas brasileiras já utilizarão SD-WAN ao menos em parte dos seus sites, e a expectativa é de que, até 2021, 80% das organizações no mundo já terão iniciado sua adoção da tecnologia. Essa expectativa se reflete também nas promissoras projeções realizadas pela Frost & Sullivan para este mercado na América Latina, prevendo um crescimento anual (CAGR) de aproximadamente 79% entre 2018 e 2023.

Porém, apesar da grande importância da SD-WAN, de acordo com o estudo produzido pela IDC, um em cada três tomadores de decisão das áreas de TI e telecomunicações das grandes empresas ainda não tem familiaridade com a solução. Essa informação se confirma na prática quando conversamos com esses profissionais e percebemos que realmente a grande maioria não sabe ao certo do que se trata. Muitas vezes, o impacto desse desconhecimento é que os executivos já começam a traçar suas estratégias com base na solução de um fabricante específico com a qual tenha mais familiaridade.

 

embarque na transformação digital #passaportesdwan acesse o infográfico

 

Mas por que isso acontece? Uma das possibilidades é que esse desconhecimento seja proveniente do fato de a WAN definida por software não ser baseada em um padrão comum estabelecido. Para mitigar o problema, os gestores de TIC (tecnologia da informação e comunicação) podem contar com as informações de órgãos importantes que trazem definições e levantamento de requisitos que ajudam a entender quais as funcionalidades que compõem a SD-WAN, e também a definir uma base comum de comparação entre as diferentes soluções existentes no mercado.

O ONUG (Open Networking User Group) define, entre outros, os seguintes requisitos para uma solução de SD-WAN:

  • permitir a utilização de WAN híbrida, ou seja, permitir o uso de diferentes tipos de meio de transporte WAN como MPLS, xDSL, 4G garantindo a segurança dos dados;
  • permitir a utilização dos links WAN em modo ativo-ativo;
  • suportar CPEs físicos ou virtuais;
  • suportar a implantação da solução utilizando a funcionalidade ZTP (Zero Touch Provisioning);
  • possuir APIs northbound abertas para acesso ao controle e gerenciamento da solução;
  • prover visibilidade do tráfego WAN;
  • prover dashboards de desempenho WAN. 

Já o Gartner, em mais alto nível, define que as soluções de SD-WAN devem:

  • possuir controle centralizado,
  • ser agnósticas a meios de transporte garantindo a segurança da WAN
  • permitir a definição de políticas de encaminhamento de tráfego baseado em necessidades de negócios e/ou aplicações.

Tendo em vista essas definições, todos os gestores de TI que estão pensando em implementar SD-WAN devem considerar apenas soluções que atendam a todos esses requisitos? Não necessariamente! A única verdade absoluta que vemos atualmente em relação a esta tecnologia é que, hoje, não existe definitivamente uma única solução que melhor enderece as necessidades – técnicas e financeiras – de todo e qualquer cliente. Até por isso, é comum vermos fabricantes e operadoras oferecendo diferentes soluções de SD-WAN em seus portfólios.

Por isso é muito importante que, antes de se decidir por uma solução específica, os gestores busquem entender de maneira holística quais problemas existentes e quais necessidades futuras (oriundas do plano de transformação digital) devem ser endereçados no plano de atualização da WAN. Só depois de ter essas definições muito claras, deve-se analisar as soluções disponíveis no mercado para que se entenda qual trará mais benefícios para seu ambiente. 

Além disso, dada a importância estratégica dessa solução, é importante que busquem empresas que tenham conhecimento e experiência na tecnologia e possam apoiá-los, de maneira agnóstica, nessa jornada. Certamente, seguindo esses passos, as empresas conseguirão extrair o máximo dos benefícios que a solução SD-WAN pode prover.

 

Tags: Infraestrutura, sd-wan

Comentários

Deixe seu comentário ou dúvida abaixo, lembrando que os comentários são de responsabilidade do autor e não expressam a opinião desta editoria. A Logicalis, editora do blog Digitizeme, reserva-se o direito de excluir mensagens que sejam consideradas ofensivas ou desrespeitem a legislação civil brasileira.